Compartilhar

O quadrinista Frank Miller é processado pelo produtor do filme Sin City: A Dama Fatal de 2014,  Stephen L’Heureux, em US$ 25 milhões. Ele é acusado de interferência financeira e difamação.

Segundo informações do Deadline, L’Heureux acusa Miller e Thomas, associado do artista, alegando que os dois teriam impedindo que adaptações de Sin City para a TV acontecessem enquanto o produtor tinha os direitos autoria da obra, assim como também uma versão para o cinema de Hard Boiled: À Queima-Roupa.

L’Heureux está pedindo uma milionária indenização ao alegar que sofreu “danos compensatórios, perda de receita financeira, perda de futura receita, danos à sua reputação, além de estresse emocional”.

O advogado de Frank Miller, Allen B. Grodsky, disse à publicação que o processo “não tem fundamento” e que o artista já está pronto para o processo. Os direitos da obra foram readquiridos por Miller em 2018. 

A última adaptação de alguma obra sua aconteceu agora com Cursed, série da Netflix.

Compartilhe:

Perguntas e respostas

Artigos Relacionados
Recomendamos para você
Índice
Abrir Whatsapp