Compartilhar

Uma das decisões mais polêmicas do universo do entretenimento em 2020 foi a Universal afirmar que agora seus lançamentos chegarão às plataformas digitais em questão de poucos dias da sua estreia nos cinemas. 

A AMC firmou um acordo com o estúdio e agora está favorável à decisão, mas a gigante Cinemark se posicionou contra a medida. 

Segundo informações do Deadline, o CEO da Cinemark, Mark Zoradi, afirmou que a medida não será implementada pela rede de cinemas.

Para ele, as produções podem ser prejudicadas caso elas rapidamente passem a ser exibidas de maneira digital. “Uma janela de exibição mais agressiva e encurtada pode ter um impacto adverso na vida de um filme”, afirma.

Ele confirmou que até agora só a Universal resolveu se posicionar dessa forma. Outros estúdios analisam o caso para evitar prejuízo de adiamentos como os que ocorreram em 2020 por causa da pandemia.

Compartilhe:

Perguntas e respostas

Artigos Relacionados
Recomendamos para você
Índice
Abrir Whatsapp